Como usar o FGTS para financiar um imóvel mais barato

É possível utilizar o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para financiar um imóvel, novo ou usado, com uma das menores taxas de juros do mercado, isso é possível através da linha de financiamento pró-cotista do FGTS, que é disponibilizada atualmente pelos bancos estatais: Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Essa linha de financiamento só perde para o Minha Casa, Minha Vida que possui, atualmente, a melhor taxa de juros do mercado, pois ele é um programa habitacional subsidiado pela União.


A principal vantagem da linha pró-cotista do FGTS é que ela permite o financiamento tanto de imóveis novos quanto usados. Além disso, o limite de financiamento também é maior, podendo chegar a até R$ 750 mil em alguns estados.

Para conseguir um financiamento como cotista do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) é necessário que a conta no fundo esteja ativa e com, no mínimo, 36 contribuições, que podem ser seguidas ou não, na mesma empresa ou em empresas diferentes. Caso a conta do fundo esteja inativa, é necessário que o saldo disponível seja de, pelo menos, 10% do valor do imóvel ou da escritura (aquele que for maior).

Dentre as exigências para ser contemplado pelo fundo está: não ter imóvel próprio e nunca ter sido beneficiado por programas habitacionais.

Pró-cotista da Caixa Econômica Federal

A linha pró-cotista da Caixa Econômica Federal (CEF) está disponível para imóveis de até R$ 400 mil. O banco estatal financia até 70% do valor do imóvel, sendo assim, é exigido a entrada de, pelo menos, 30% do valor do imóvel.

O solicitante pode somar a renda familiar e comprometer até 30% desse valor com as prestações. O financiamento se dará pelo prazo de, no máximo, 360 meses (30 anos).

Na CEF a taxa de juros para cotista do FGTS fica entre 7,85% e 8,85% ao ano. Uma das menores taxas de juros do mercado, perdendo apenas para os financiamentos do Minha Casa, Minha Vida de interesse social.

Pró-cotista do Banco do Brasil

A linha pró-cotista do BB é mais flexível, pois ela permite o financiamento de até 90% do valor do imóvel, sendo assim, a entrada exigida é de, apenas, 10% do valor do imóvel. Outra grande vantagem é a possibilidade de se financiar imóveis cujo valor seja de até R$ 750 mil (dependendo do estado).

Em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerias e no Distrito Federal, por exemplo, podem ser financiados imóveis de até R$ 750 mil (setecentos e cinquenta mil reais). Já nos demais estados o teto máximo para financiamento é de até R$ 650 mil.

Outra vantagem é que no Banco do Brasil o cliente pode optar por um dos Sistemas de Amortização: Price-pós ou SAC.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...