Banda larga pode ser incluída no Minha Casa Minha Vida

Minha Casa Conectada é o, provável, nome que deve ser adotado pelo Governo.

O Ministério das Comunicações está tentando incluir no Minha Casa, Minha Vida 3 um plano ambicioso de ampliação da internet banda larga. A proposta está sendo tratada com o Ministério das Cidades (responsável pelo programa habitacional), desde o ano passado. O projeto apelidado, por enquanto, de Minha Casa Conectada visa a instação de cabos de fibra óptica em todos os imóveis da terceira fase, com isso, as famílias teriam internet de alta velocidade em suas moradias.


Segundo o Ministro das Comunicações, André Figueiredo, a proposta é incluir cabos de fibra óptica nos imóveis aproveitando os dutos de energia elétrica. Do ponto de vista técnico o projeto parece ser fácil de ser implantado nos Conjuntos Habitacionais.

Resta saber qual será o custo da instação de cabos de fibra óptica em todos os imóveis. A proposta ainda está em fase de estudos, mas já tem o apoio da Presidente Dilma Rousseff e do Ministro das Cidades, Gilberto Kassab.

Para viabilizar a contratação da tecnologia o Governo Federal investiria em um plano para baratear o custo do serviço nos imóveis do Minha Casa, Minha Vida, com uma prestação mais acessível. A proposta, no entanto, pode enfrentar resistência devido ao corte de gastos que afeta, inclusive, o MCMV.

O projeto é ambicioso e pode colocar o Brasil em um posicionamento melhor no ranking mundial de velocidade de internet. Hoje em dia a maioria dos brasileiros considera o acesso à internet uma de suas necessidades básicas.

O lançamento do MCMV 3 está previsto para acontecer em Março de 2016, porém, pode ser adiado novamente. Vale lembrar que ele era para ter sido lançado no ano passado, já tendo sido adiado mais de três vezes pelo Governo Federal. O principal motivo do atraso é a crise econômica que o Brasil está enfrentando que pode, inclusive, afetar o número de novas contratações.

Neste mês, por exemplo, a presidente Dilma Rousseff confirmou que o Governo Federal não conseguirá honrar a promessa de contratação de 3 milhões de novas moradias. A proposta agora é contratar até 2 milhões de novas unidades até 2018.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...