BC estimula bancos a financiarem mais de 80% do valor dos imóveis

Com a nova regra os bancos devem aumentar a oferta de crédito imobiliário. Algumas instituições podem financiar mais de 80% do valor dos imóveis, reduzindo dessa forma a contrapartida que o consumidor é obrigado a pagar de entrada (sinal) no momento do financiamento.

O Banco Central do Brasil (BCB) está estimulando os bancos a financiarem mais de 80% do valor dos imóveis nos financiamentos habitacionais. Como forma de estímulo para que as instituições financeiras disponibilizem financiamentos maiores, o órgão diminui o valor da parcela que os bancos são obrigados a deixar parado no caixa para cumprir os requerimentos mínimos de capital nos financiamentos de maior valor.


Até agora os bancos e instituições financeiras eram obrigadas a deixar parado 75% do valor do empréstimo como forma de requerimento de capital. Para operações mais caras o montante exigido chegava a 100% do valor financiado. O banco não poderia mexer nesse dinheiro até que houvesse a quitação do financiamento pelo mutuário.

Tal fato tornava o financiamento mais burocrático, isso porque as instituições reduziram o percentual financiável, aumentando dessa forma o valor da entrada exigida para a concessão do financiamento.

Agora o Banco Central do Brasil autorizou que as instituições financeiras mantenham apenas 35% do capital emprestado assim que o cliente pagar 20% do financiamento. Na prática isso significa que quando o cliente estiver devendo apenas 80% do financiamento a instituição financiadora poderá reduzir o capital mantido no caixa do financiamento.

Esse poderá ser um estímulo para que os bancos passem a financiar até 80% ou mais do valor dos imóveis, pois quando o cliente pagar 80% do empréstimo a instituição terá que deixar apenas trinta e cinco por cento do valor no fundo de garantia de capital do financiamento, tal como determina o Banco Central.

Contudo, as novas regras não devem valer para a Caixa Econômica Federal, banco estatal que concentra mais de 70% dos financiamentos imobiliários do país. No final de Abril a instituição reduziu de 80% para 50% o teto de financiamentos com o Sistema Financeiro de Habitação (SFH). Até então a CEF era a única instituição a financiar mais de 80% do valor do imóvel.

Com o incentivo do Banco Central espera-se que os bancos privados aumentem o percentual máximo de financiamento dos imóveis, diminuindo dessa forma o montante exigido de entrada (lance/sinal). O que deve aumentar a oferta de crédito imobiliário no país nos próximos meses, sinalizou o BC.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...