CADMUT pode impedir participação no Minha Casa, Minha Vida

O Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT) pode impedir uma pessoa de financiar pelo MCMV, isso porque o programa não aceita pessoas que já possuem imóvel próprio.

O CADMUT é um banco de dados criado pelo governo como forma de proteger o sistema financeiro e também evitar que pessoas que já possuem imóveis sejam contempladas por programas habitacionais. O banco de dados nada mais é do que um Cadastro Nacional de Mutuários, ele é hoje administradora pela Caixa Econômica Federal – embora seja usado e consultado por todas as instituições financeiras – não se trata de um cadastro de inadimplência, é um banco de dados com informações de pessoas que já financiaram ou ainda possuem financiamento habitacional.


O Minha Casa Minha Vida é um programa habitacional de interesse social, não é possível participar dele caso você já possua um imóvel ou tenha sido beneficiado por algum programa habitacional. Caso esteja inscrito no CADMUT não será possível realizar um financiamento pelo MCMV, pois se você está no banco de dados do Cadastro Nacional de Mutuário o banco financiador entende que você já possui um imóvel, portanto não se enquadra nas regras do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida do Governo Federal.

O MCMV pode ser utilizado apenas para financiar a primeira moradia própria. Atualmente o programa atende famílias com renda de até 10 salários mínimos. Sendo que ele é dividido em três faixas, quanto menor a renda maior será o valor subsidiado pela União.

Seu nome vai constar no Cadmut caso você tenha realizado uma das ações abaixo:

  • Financiar um imóvel (casa, apartamento ou terreno);
  • Ter sido beneficiado por algum programa habitacional;
  • Ter utilizado o financiamento de material de construção (CDC Construção e Reforma);


Lembre-se: O CADMUT não é um cadastro de inadimplência. Por essa razão ter o CPF (Cadastro de Pessoa Física) inclusivo no banco de dados não é o mesmo que ter o “nome sujo” ou incluso no SCPC ou Serasa.

Caso não possua imóvel e considere que seu nome foi incluso indevidamente no CADMUT, nossa recomendação é que procure a Caixa Econômica Federal para verificar informações sobre o registrante (pessoa que cadastrou seu CPF), posteriormente será necessário entrar em contato com o banco responsável pela inclusão e verificar o ocorrido.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...