Caixa financia imóveis com 15% de entrada

Neste mês a Caixa Econômica Federal criou uma nova linha de crédito para o financiamento de imóveis, trata-se da linha pró-cotista do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), por meio dela é possível financiar uma casa ou apartamento – novo ou usado – de até R$ 400 mil em até 360 meses, cuja taxa de juros é a partir de 7,85% ao mês. Saiba neste artigo se você tem direito de financiar um imóvel dentro dessa nova modalidade com apenas 15% de entrada.


Através da nova modalidade a Caixa está injetando R$ 4 bilhões em crédito habitacional. O banco não informou qual a estimativa de potenciais clientes que possam acessar a linha de crédito. Apenas os cotistas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) é que tem direito ao crédito.
Como o banco financiará até 85% do valor do imóvel a entrada mínima exigida na compra será de, pelo menos, 15% do valor do imóvel.


  • Financiamento de imóveis de até R$ 400 mil
  • Percentual de financiamento: até 85% do valor do imóvel
  • Taxa de juros: de 7,85% a 8,85% ao ano
  • Prazo de pagamento: até 360 meses


Público-alvo
Para financiar pela linha de financiamento habitacional cotista do FGTS é preciso que o interessado tenha conta ativa no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e que ela tenha, no mínimo, trinta e seis contribuições (seguidas ou intercaladas). Caso a conta no fundo esteja desativada será necessário que o saldo seja de, pelo menos, dez por cento do valor do imóvel. O pró-cotista não estará disponível para pessoas que não são cotistas do Fundo de Garantia.

A taxa de juros varia de acordo com a análise de crédito e o perfil do cliente, porém ela é bem abaixo da taxa comercializada pelos bancos privados. Segundo nota da CEF a taxa poderá variar de 7,85% a 8,85% ao ano.

Os interessados já podem procurar uma agência da CEF para fazer uma simulação. Pelo site www8.caixa.gov.br é possível simular um financiamento gratuitamente, dessa forma é possível descobrir se o seu perfil se encaixa no Minha Casa, Minha Vida ou cotista do FGTS.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...