Caixa lança novo linha de crédito imobiliário

A Caixa lançou uma nova linha de crédito para financiamento de imóveis, com juros a partir de 7,85% a.a. ela permite financiar até 85% do valor de um imóvel de até R$ 400 mil.

Nesta sexta-feira (24) a Caixa Econômica Federal anunciou a criação de uma nova linha de crédito para financiamento de até 85% do valor do imóvel, podendo ser utilizada em financiamentos de até R$ 400 mil, chamada de Pró-cotista, tal linha de crédito é voltada para aqueles que possuem conta ativa no FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) com, pelo menos, trinta e seis contribuições (pode ser intercalada). Com ela será possível financiar uma casa ou apartamento em até 360 meses (trinta anos), com juros que variam entre 7,85 e 8,85 ao ano. O cliente que atender as condições do pró-cotista precisará desembolsar apenas 15% de entrada, segundo nota divulgada pelo banco.



A nova linha de crédito da Caixa foi anunciada poucos dias após o Banco do Brasil (BB) lançar uma linha de crédito parecida, porém que pode ser utilizada para financiar até 90% do valor de uma casa ou apartamento (novo ou usado). Embora o limite de financiamento seja maior no Banco do Brasil, na Caixa a taxa de juros é mais atrativa, isso porque no BB os juros partem de 9% ao ano.

Detalhes

  • Financiamento de imóveis de até R$ 400 mil (novos ou usados);
  • Prazo de pagamento: até 360 meses (30 anos);
  • Taxa de juros ao ano: entre 7,85% e 8,85% a.a.
  • Requisitos: ter conta ativa no FGTS e com, no mínimo, 36 contribuições ao fundo;

A Caixa Econômica Federal sozinha detém 75% de todos os financiamentos imobiliários do país. O lançamento dessa nova linha de crédito chega em um momento para aumentar a oferta de crédito. Cabe lembrar que neste ano o banco já subiu os juros por duas vezes e também reduziu o limite para financiamento de imóveis usado (agora só financia até 50%). O financiamento pró-cotista só estará disponível para aqueles clientes cuja conta no FGTS esteja ativa e o interessado tenha, no mínimo, 36 contribuições no fundo.

A CEF deve disponibilizar R$ 4 bilhões para a linha de financiamento imobiliário do FGTS (pró-cotista). Os interessados devem procurar uma agência da Caixa Econômica Federal com a seguinte documentação:

  • RG;
  • CPF;
  • Comprovante de renda (holerite, contracheque, carteira de trabalho, imposto de renda, etc – tudo aquilo que possa ser usado para comprovar seus rendimentos);
  • Número de inscrição social (pode ser o Cartão do Cidadão, PIS, NIT, NIS ou Pasep);


Caso o interessado não possua a conta em situação ativa no FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), será necessário que o saldo do fundo seja de, pelo menos, 10% do valor do imóvel ou da escritura (o que for maior).
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...