Quanto tempo leva para ser sorteado no Minha Casa Minha Vida?

Milhares de brasileiros estão cadastrando no Minha Casa Minha Vida aguardando ser sorteado pelo Governo, há quem esteja esperançoso com a possibilidade de conseguir a casa própria e aqueles que infelizmente já perderam completamente a esperança por não acreditar mais no programa habitacional. Todos os dias o blog recebe diversas perguntas, a que chega com mais frequência é sobre quanto tempo que demora para ser sorteado.


Infelizmente não há como mensurar quanto tempo uma pessoa demorará para ser sorteado, isso porque o processo de contemplação no MCMV para baixa renda envolve um item complicado, a sorte! É necessário ter sorte pois o processo de seleção é democrático, sendo realizado através de sorteio, visto que a demanda por imóveis populares é muito maior do que a oferta.

Há pessoas que estão anos na fila do Minha Casa Minha Vida e outras que foram sorteadas logo após se inscreverem. A “fila” é usada como referência apenas para identificar a demanda habitacional, já que não há nenhuma garantia de que todos serão atendidos um dia.

Pessoas com prioridade 

Dentro do Minha Casa Minha Vida existem grupos que possuem prioridade no atendimento, são eles: famílias que moram em áreas de risco, idosos, deficientes, portadores de doenças graves, dentro outros. Entretanto até mesmo esses grupos têm ficado anos na fila para conseguir uma casa ou apartamento próprio, isso porque o número de inscritos na “cota especial” também é muito grande.

Não acho que as pessoas devem perder a esperança de ser sorteado um dia, ter fé é fundamental para o sucesso, seja positivo mesmo quando parece ser um sonho distante. Mas é preciso agir de maneira racional, infelizmente não se deve contar apenas com isso para realizar o sonho da casa própria.
Uma das coisas mais tristes do Minha Casa Minha Vida é que ele deixa muitas pessoas esperançosas e frustradas ao mesmo tempo, isso porque é muito difícil conseguir ser controlado, trata-se de uma espera que pode levar anos ou sequer acontecer.

A boa notícia é que se você possui renda familiar bruta acima de R$ 1,6 mil não entra na faixa para baixa renda, com isso pode financiar uma casa ou apartamento direto pelo Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal, porém a burocracia e o valor da prestação é bem maior do que o da faixa I. O processo burocrático é o mesmo que um financiamento habitacional convencional.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...