Financiar imóvel usado pela Caixa agora exige entrada de 50%

O comprador de um imóvel usado que pretende financiá-lo pela Caixa Econômica Federal agora precisará ter, pelo menos, 50% do valor do imóvel para a entrada.

O financiamento foi criado para facilitar a aquisição de bens de alto valor, já que a maioria não tem o dinheiro para pagar uma casa ou apartamento à vista, porém temos uma má notícia para aqueles que pretendem financiar um imóvel usado pela Caixa Econômica Federal, o banco acaba de anunciar que a partir do dia 04 de Maio seu foco principal será na concessão de crédito para aquisição de imóveis novos, por conta disso a instituição financeira reduziu de 80 para 50% o valor máximo que uma pessoa pode financiar na compra de um imóvel de segunda mão que custe acima de R$ 190 mil.
Redução de crédito financiamento afeta consumidores (divulgação)


A mudança vai afetar apenas os financiamentos que fizerem uso do Sistema Financeiro de Habitação (SFH) que faz uso dos recursos da Caderneta de Poupança (Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo).

Cabe salientar a nova regra não será aplicada nos financiamentos de programas habitacionais como o Minha Casa Minha Vida ou aqueles que fazem uso do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

Veja como ficou:

Antes da nova regra uma pessoa poderia financiar até 80% do valor de um imóvel usado, dessa forma alguém que fosse financiar um imóvel de R$ 350 mil, por exemplo, precisaria apenas de 20% de entrada o que daria R$70 mil, porém com a nova regra que entra em vigor no mês que vem, o valor exigido de entrada é de, pelo menos, 50% do valor do imóvel, o que neste nosso exemplo daria R$ 175 mil de entrada, mais que o dobro.

Essa mudança afetará muito a construção civil e todo o mercado imobiliário, isso porque as pessoas que já tem um imóvel e tem a pretenção de vendê-lo para adquirir um imóvel maior e/ou melhor, encontraram muita dificuldade para conseguir repassar o imóvel, visto que é raro quem realize esse tipo de compra à vista. Além disso a maioria dos imóveis novos são adquiridos por investidores, pessoas que compram os imóveis na planta ou no seu lançamento e depois vendem para terceiros, este tipo de investimento tende a diminuir muito, uma vez que haverá o receio de não conseguir vender o imóvel, pois o adquirente precisará ter, pelo menos, 50% do valor do imóvel para conseguir um financiamento pela Caixa Econômica Federal.

As pessoas vão preferir financiar um imóvel novo, isso porque além da taxa de juros ser menor, o montante exigido de entrada será menor.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...