Financiamento do Minha Casa Minha Vida por famílias de baixa renda

A prestação do programa Minha Casa Minha Vida das famílias que se enquadram na faixa I (um) é diferente das demais, isto porque ela é calculada de acordo com a renda familiar bruta, independente do valor do imóvel (casa ou apartamento). Neste artigo o site habitação falará sobre o procedimento para calcular qual seria o valor da prestação que uma família de baixa renda pagaria para financiar um imóvel pelo programa habitacional. É importante salientar logo no começo dessa matéria que as condições apresentadas abaixo são destinadas exclusivamente a famílias de baixa renda, cuja faixa do programa tem finalidade social, portanto há condições especiais para o pagamento.


Quem pode participar da faixa I do Minha Casa Minha Vida?

A primeira faixa do MCMV é destinada exclusivamente para as famílias de baixa renda ou para aquelas que sejam consideradas de vulnerabilidade social, ela é exclusiva para famílias cuja renda familiar bruta (soma de todos os rendimentos) seja de até R$1.600,00 (hum mil e seiscentos reais). Por ser uma faixa com condições especiais para pagamento a demanda por imóveis é sempre maior que a oferta, por essa razão o processo de aquisição é feito de maneira democrática, ou seja, através de um sorteio organizado pela Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil.

Qual o valor da prestação e prazo de pagamento dos imóveis?

As casas ou apartamentos financiados pela Faixa I do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) possuem condições especiais de pagamento, cada famílias deverá desembolsar o equivalente a 5% (cinco por cento) de sua renda familiar bruta durante 10 anos (120 meses), todo o valor restante será pago pelo Governo Federal em forma de subsídio do MCMV. Partindo desse princípio uma família com renda familiar bruta de R$1.600,00 deverá pagar uma prestação de aproximadamente R$80,00 (oitenta reais) por mês, algo que seria impossível em um financiamento imobiliário sem o subsídio do Minha Casa, Minha Vida.

A renda familiar bruta para participar do Minha Casa Minha Vida é de até R$1.600,00 porém esse valor se encontra desatualizado, visto que o valor do salário-mínimo aumentou, acreditamos que o governo deverá ampliar esse valor assim que forem definidas as novas regras para a etapa de número 3 do programa MCMV.

Sem a faixa I as famílias mais pobres não teriam acesso ao financiamento da casa própria, pois as prestações seriam incompatíveis com a renda familiar bruta. Mais do que um programa habitacional essa faixa tem uma finalidade social por permitir o acesso à habitação pelas famílias carentes.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...