Minha Casa Minha Vida contratará 3 milhões de moradias até 2018

O Minha Casa Minha Vida terá continuidade, a meta da terceira etapa do programa é contratar pelo menos 3 milhões de moradias até o ano de 2018, saiba mais;

O Programa Minha Casa, Minha Vida 3 contratará mais de três milhões de novas moradias até o ano de 2018, o que ampliará a sua atuação em todo o país. O anúncio foi feito durante a primeira reunião ministerial do segundo mandato da presidente Dilma Rousseff em Brasília no Distrito Federal. O MCMV 3 é a continuidade do programa Minha Casa, Minha Vida, o que mostra o empenho do governo em continuar com os incentivos na construção civil afim de reduzir o déficit habitacional do brasileiro.


O Minha Casa Minha Vida beneficia hoje família com renda de até 10 salários mínimos, sendo que quanto menor for o rendimento maiores serão os benefícios concedidos pela união. Para se ter uma ideia a faixa I chega a ter até 95% do imóvel subsidiado pelo governo, já a segunda e terceira faixa de renda também possui benefícios, mas eles são menores se comparado com a primeira faixa que é de interesse social.

O programa Minha Casa Minha Vida fechou o ano de 2014 com 3,7 milhões de casas e apartamentos contratados, sendo que no mesmo período foram entregues 1,8 milhão de moradias em todas as regiões do país. Essas informações são do Ministério das Cidades.

As regras e diretrizes do MCMV 3 ainda estão sendo traçadas pelo governo, mas para que os investimentos no Minha Casa, Minha Vida não sejam interrompidos, ainda no primeiro semestre de 2015 serão contratadas outras 350 mil moradias utilizando-se as diretrizes da segunda etapa do programa habitacional.

Este ano a Caixa Econômica Federal anunciou o aumento da taxa de juros nos financiamentos imobiliários, mas segundo o governo, o aumento não será aplicado aos financiamentos realizados por meio do Programa Minha Casa Minha Vida (PMCMV) do Governo Federal.

A terceira etapa do programa inicia-se em 2015 e vai até 2018, no período de quatro anos a meta do Governo é contratar pelo menos 3 milhões de moradias, sendo que a prioridade no atendimento deve continuar para as famílias de baixa renda (faixa de renda I).

Os financiamentos desta nova etapa poderão continuar sendo realizados pela Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil. Uma outra notícia é que o Cartão Minha Casa Melhor continuará sendo emitido, com ele o beneficiário do Minha Casa Minha Vida consegue comprar até R$ 5 mil em móveis e eletrodomésticos para a sua casa nova, podendo efetuar o pagamento em até 48 vezes com uma baixa taxa de juros.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...