Financiamento do Minha Casa, Minha Vida com ou sem entrada?

Para financiar uma casa ou apartamento o processo costuma ser muito burocrático, isso porque os bancos costumam exigir uma série de documentação para fazer a análise de crédito, o que pode levar semanas ou até meses. O blog recebe com frequências perguntas sobre o funcionamento da entrada ou lança em uma financiamento do Minha Casa, Minha Vida, muitos enviam mensagens reclamando que fulado financiou a casa sem dar entrada, porém quando foi a vez da pessoa a instituição exigiu uma entrada para aprovar o financiamento. Para esclarecer essa questão elaboramos uma pequena matéria explicando melhor como funciona o financiamento nesses casos.


Famílias de baixa renda

O financiamento para aqueles que são considerados de baixa renda é bastante diferente dos demais grupos, isso porque as condições de pagamento são diferenciadas, para se ter uma noção, o governo chega a subsidiar até noventa e cinco por cento do valor dos imóveis para as famílias mais vulneráveis, isso porque essa faixa atende famílias que ganham de 1 a 3 salários mínimos, com isso cada família paga uma prestação entre R$25,00 e no máximo R$80,00 por mês.

Como as condições de pagamento são diferenciadas então o banco também não exige entrada ou lance desse público, pois lembre-se de que o governo paga a maior parte do valor do imóvel de famílias vulneráveis.

Famílias que ganham mais de três salários mínimos

Já as famílias que ganham acima de três salários mínimos recebem menos incentivo do governo, por conta disso alguns bancos exigem que o interessado dê uma entrada ou lance para que seja liberado o financiamento. Esse procedimento é considerado normal, isso porque quanto maior for a entrada, maior será a possibilidade de aprovação de crédito, pois o banco sabe que você está “investindo” uma parte de seu capital naquele bem, portanto tem real interesse em quitar o financiamento.

Conclusão

As famílias de baixa renda (que ganham até R$ 1,6 mil) não dão entrada nos financiamentos de casas ou apartamentos pelo programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV), já as que se enquadram na faixa II e III podem ou não conseguir o financiamento sem dar entrada, tudo dependerá das condições de pagamento ofertadas pelo banco e dá análise de crédito durante o preenchimento do financiamento.

O fato é que existem instituições que só financiar uma parte do valor do bem, sendo assim pode ser necessário dar 10% a 30% de entrada para conseguir a aprovação do crédito. Outra informação importante é que quanto maior a entrada menor deverá ser o juros, pois melhor será a condição do financiamento devido ao baixo risco para o banco.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...