Como fazer transferência de nome de imóvel da CDHU

A CDHU permite a venda ou transferência de casas e apartamentos transcorridos dois anos da assinatura do contrato, de acordo com a Lei nº 12.276 de Fevereiro de 2006. No entanto para efetuar a transferência é necessário que o mutuário esteja em dia com as prestações e impostos do imóvel. Outro ponto importante é que o novo mutuário no qual você vai transferir o financiamento deve atender aos requisitos necessários como: não ter imóvel próprio, nunca ter sido contemplado por imóvel de programas habitacionais e ter renda máxima de 10 salários mínimos.


Regularização com contrato de gaveta

A CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) recomenda que toda compra e venda seja feita diretamente nos Postos de Atendimento da companhia, no entanto ela poderá em alguns casos aceitar o contrato de gaveta para a regularização do imóvel. No entanto o contrato do atual mutuário deve ter sido assinado há mais de dois anos, para só então ser transferido para o novo titular.

Condições para transferência:

O contrato com a CDHU deve ter sido assinado há mais de dois anos;
Todas as prestações e boletos da CDHU devem estar com o pagamento em dia;
O novo adquirente tem que ter as mesmas condições de pagamento do atual mutuário;
O novo adquirente não pode ter casa própria;
O novo adquirente não pode ter sido contemplado por programas habitacionais, sejam ele municipal, federal ou estadual;

Documentação Necessária

É necessário apresentar uma relação de documento do mutuário, adquirente e também do imóvel para que seja analisada a existência de débitos.
  • Contrato da CDHU;
  • IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano);
  • Certidão Negativa de Débitos com o condomínio;
  • Certidão Negativa de Débitos com a Concessionária de Energia Elétrica;
  • Certidão Negativa de Débitos com a Concessionária de Água;
  • Comprovante de Renda do pretendente;
  • RG e CPF do atual mutuário e pretendente;
  • Comprovante de Renda do pretendente;

Acesse aqui e confira o endereço dos Postos de Atendimento da CDHU. O futuro mutuário passará por uma análise cadastral, ficando a critério da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo aprovar ou recusar a transferência.


Projeto quer aumentar prazo para transferência de 2 para 10 anos

Um projeto de lei está na Alesp (Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo) e prevê que o prazo para permissão de transferência (compra e venda) de imóveis da CDHU passe de dois para dez anos, a medida argumenta que as casas e apartamentos da companhia tem função social, portanto não devem ser comercializadas antes desse prazo.

3 comentários:

  1. OI AQUI E A THAIS MEU PAI FEZ CONTRATO DE GAVETA MAS O MUTUARIO CONTINUA NO NOME DO ANTIGO DONO MEU PAI VEIO FALECER 2013 E O MTUARIO FALECEU 2014 EU ESTOU NA CASA PAGO AS PRESTACOES MAS ESTOU DESENPREGADAA NO MOMEMTO COMO FAÇO P ABAIXAR OPREÇO DO CDHU OU PASSAR PARA MEU NOME

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de saber como faço pr abaixar valor das parcelas pois está muito alto o valor não estou conseguindo pagar ,

    ResponderExcluir
  3. Estou desempregada à um ano e estou devendo prestação do CDHU à 7 meses, o que devo fazer?Já quenão encontro trabalho, corro risco de tomar minha única moradia? Já não aguento mais anda atrás de trabalho e não encontro me dê uma resposta por favor, já nem durmo mais tenho 54 anos e não posso perder minha casa.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...