Minha Casa Minha Vida no Espírito Santo (ES)

O estado do Espírito Santo tem uma população estimada em 3.512.672 habitantes segundo o Censo do IBGE de 2010. Praticamente todo o estado já está credenciado ao programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal, e as obras seguem em vários municípios, assim como outros projetos estão em desenvolvimento pelas prefeituras e pelo governo do estado. Quem ganha mais de três salários mínimos já pode procurar uma agência da Caixa ou do Banco do Brasil para verificar os imóveis credenciados ao programa. Já para aqueles que tem renda de até três salários mínimos, a inscrição deve ser realizada diretamente na prefeitura, mas atenção: algumas só fazem o cadastro quando novos moradias estão em fase final da obra, verifique este informação junto a prefeitura do município em que deseja adquirir uma casa ou apartamento através de um financiamento com o programa.


Em Vila Velha, Serra, Cariacica, Vitória, Cachoeiro de Itapemirim já foram entregues moradias do programa Minha Casa Minha Vida ou novas estão em desenvolvimento. O restante dos municípios também é participante do programa do governo federal, ainda mais agora que o mesmo liberou a participação dos municípios que possuem menos de 50 mil habitantes, basta interesse das prefeituras na aquisição de financiamentos junto ao programa.

Aqueles que recebem até R$1.600 tem uma grande vantagem, além de não passar por análise de risco, não precisam dar entrada e pagam apenas 5% da renda familiar bruta durante dez anos, sendo assim a prestação ficam entre R$25,00 a no máximo R$80,00 por mês. Porém quem se enquadra nessa faixa de renda a inscrição é mais complicada pois a demanda é muito grande, este também é a faixa preferencial de atendimento do programa Minha Casa Minha Vida. Já aqueles que possuem renda superior a três salários mínimos podem procurar diretamente a Caixa ou Banco do Brasil, no entanto não há tantos subsídios do Governo Federal quanto para a faixa de renda I, isso porque os benefícios concedidos são menores (até R$ 25 mil) enquanto para quem é baixa renda esse valor pode chegar a até 96% do valor do imóvel. A taxa de juros é reduzida em ambas as faixas de renda, ficando entre 5% a 8,16% ao ano.

Com a ajuda do programa Minha Casa Minha Vida do governo federal as prefeitura do estado tem conseguido reduzir o deficit por moradias, especialmente para aquelas que moram em áreas de risco e submoradias. Só podem participar do programa aquelas famílias que não possuem casa própria e também nunca foram beneficiários por programas habitacionais.
0 comentários:
Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...