Como participar do Minha Casa Minha Vida no Acre

Muitas famílias sonham com a casa própria, no entanto nem sempre é fácil conseguir aprovação em um financiamento habitacional compatível com a renda familiar. O Minha Casa Minha Vida foi criado justamente para ajudar o brasileiro na conquista da casa própria, ele atende famílias com renda de zero a dez salários mínimos e que não possuam casa própria. Se você mora no Acre saiba que o Minha Casa Minha Vida já entrou e vai entrar muito mais moradias em todo o estado, são casas e apartamentos com parcelas compatíveis com a renda, isso porque o governo arca com os custos restante do financiamento.


Quais os municípios do Acre que participam do Minha Casa Minha Vida? 

Atualmente todos os municípios estão aptos a participarem do MCMV, são eles: Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Tarauacá, Feijó, Brasileia, Senador Guiomard, Plácido de Castro, Xarupi, Mâncio Lima, Epitaciolândia, Porto Acre, Rodrigues Alves, Marechal Thaumaturgo, Acrelândia, Porto Walter, Capixaba, Burujari, Manoel Urbano, Jordão, Assis Brasil e Santa Rosa do Purus.


Como se inscrever 

A inscrição no estado do Acre segue os mesmos padrões do programa Minha Casa Minha Vida do Governo Federal, para adquirir uma casa ou apartamento financiado através dele é preciso ter renda de zero a 10 salários mínimos, não possuir imóvel no Acre ou em qualquer outra região do Brasil e ser maior de 18 anos.
O programa é dividido em duas fases, uma para quem tem renda de zero a R$1.600 e outra para quem tem renda de R$1.600 a 10 salários mínimos, confira abaixo as características de cada uma delas:


Fase 1 - Famílias com renda de até R$1.600 
Esta fase do programa é destinado para as famílias de baixa renda mais carentes. As inscrições são realizadas pelas prefeituras de acordo com critérios próprios. Os imóveis são sorteados entre as famílias cadastradas, o valor da prestação será calculado com base na renda familiar, por exemplo: Uma família com renda de R$800,00 por mês, paga a Caixa Econômica Federal 10% da renda por mês, ou seja R$80,00 durante o prazo de 10 anos. O saldo restante é pago pelo Governo Federal.


Fase 2 - Famílias com renda de 3 a 10 salários mínimos 

Esta fase do programa é mais parecida com um financiamento habitacional convencional com o diferencial que você conta com o menor juros do mercado e um subsídio de até 25 mil reais do Governo Federal. Para fazer seu financiamento nesta fase, basta procurar uma Agência da Caixa Econômica Federal e escolher um imóvel dentro das condições do programa.

4 comentários:

  1. Preciso muito pois tenho bb pequena e não tenho casa moro no quintal da minha mãe e pai ele me humilham muito

    ResponderExcluir
  2. qual o lugar da incriçao?

    ResponderExcluir
  3. Preciso muito pois tenho 5 filhos e morro alugado ganho um salário mínimo, 😯😣

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...